MENU

Descubra tudo o que é necessário para alugar um...

agosto 28, 2019 Comentários (2) Visualizações: 1837 Destinos, Dicas de Viagens, Europa, Portugal

Rio Douro: Dicas e roteiro do Vale do Douro

Facebooktwitterpinterestmail

Quando você chegar ao Porto em Portugal, ficará logo encantado pelo Rio Douro, rio principal da região e que dá nome a um dos melhores vinhos do mundo, o vinho do Porto. Nesse post vamos dá dicas, para você montar o seu roteiro de como chegar a região do Rio Douro, e aproveitar as belezas da região.

Uma das coisas que já indico para quem deseja conhecer melhor a região do douro, é ficar na região no mínimo 2 a 3 dias, mas para quem tem pouco tempo no norte de Portugal, tá valendo um bate e volta do Porto ou de outra cidade, nós particularmente fizemos um bate e volta saindo da cidade de Braga. A cidade fica à 126 km, com auto-estradas perfeitas e com pedágios.

A Cidade do Porto fica um pouco mais próxima, 117 km para chegar na região mais desejada de Portugal.

Como Chegar: De Braga, pegamos a A11 e a A24, duas auto-estradas. De Porto, você irá pegar a A4, essas são as duas formas mais rápidas para chegar de carro até lá. Leva-se em média 1:20hs a 1:30hs de duração.

O Bom de ir de carro é o visual da estrada, com tantas quintas e vinículas.

Reserve o seu carro!

Um outra maneira de ir é de trêm (Comboios). A CP (Comboios de Portugal), está sempre incentivado os turistas a usarem os seus trens para conhecer a bela região do Rio Douro. E este ano a CP está com uma super campanha que vai até dia 26 de outubro com os trens históricos pelo Rio Douro. 

Os valores são a partir de 47,50 euros por adulto e faz o trajeto da Régua/Tua, ida e volta. Para mais informações consulte o site do Comboio Histórico de Portugal.

Uma das formas mais charmosas de conhecer o Douro, é fazer o cruzeiro pelo rio, existem diversas empresas que fazem esse tipo de passeios. Tem uns que saem do Cais de Gaia e vão até a Régua, tem outros que fazem da Régua ao Pinhão passando pela represa, o que é uma atração a parte.

Onde Ficar: Existem na região dezenas de hotéis, quintas, hospedarias rurais prontas para receber todos os turistas do mundo.

Nós fomos recebidos, pelo hotel mais lindo da região o Six Senses Douro Valley. Hotel que é referência pela beleza, sofistacação e destaque da sua localização, que bem as margens do Rio Douro. 

O Hotel é todo voltado para que o hóspede possa se sentir em casa, e ao mesmo tempo dentro do vale do Douro. Conta com uma duas piscinas, uma sendo aquecida com uma vista de tirar o fôlego e a outra externa, que dá a impressão que faz uma linda conexão com o rio.

O Six Senses Valley, recebe turistas que não hospedados também no hotel para a sua prova de vinho, a Wine Experiences. O preço também varia de acordo com cada experiência, porém só podemos dizer que vale a pena cada momento.

Onde Comer: Na nossa visita pelo Peso da Régua fomos almoçar em uma das melhores vista da cidade, o famoso Restaurante Varandas da Régua. Com uma vista privelegiada de todo o Douro e das quintas que existem na região.

A pedida do dia não poderia ter sido melhor, ao tom de um salmão e muito vinho.

Depois de saborear a comida da região, fomos conhecer uma das quintas do Douro a Quinta de Marrocos, e fazer a visitação e a degustação dos seus melhores vinhos. O Preço da visita foi 24 euros por pessoa e teve duração de 1 hora em média. 

A Quinta de Marrocos também oferece serviços de hospedagem para os seus turistas, ou para aqueles que desejam acordar ao som do Rio Douro.

A dica é, sempre ligar para reservar a sua prova de vinho ou reservar a quinta para quem deseja dormir na propriedade.

Facebooktwitterpinterestmail

Tags: , , , , ,

Booking.com

2 Responses to Rio Douro: Dicas e roteiro do Vale do Douro

  1. Avatar Shana Araujo disse:

    Amei as dicas!!! Já conheço a região, mas não sabia do trem histórico e nem dos passeios de barco! Quero muito voltar e aproveitar mais e mais dessa região maravilhosa, que é uma das minhas preferidas no mundo!!! 🍷🍷

  2. Avatar Benjamim disse:

    Amei o post e as dicas… Obrigado por compartilhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *